O fim da vida útil do XenApp 6.5 está chegando. Atualizar para o XenApp 7.x

O fim da vida útil do XenApp 6.5 vai chegar logo. Este é o momento ideal para migrar para o XenApp 7.x! Assista ao webinar Citrix Virtual Apps Migration Planning para ajudar a iniciar a sua mudança para o XenApp 7.x.

Descubra os Citrix Services e prepare-se para o fim da vida útil do XenApp 6.5.

O Citrix Services oferece estratégia, planejamento e treinamento personalizados para a atualizar o Citrix Virtual Apps.

Explore os serviços da Citrix

Etapa 1: Prepare-se para o fim da vida útil do XenApp 6.5 e planeje a sua atualização para o 7.x

Planejamento é a etapa mais importante na preparação do fim da vida útil do XenApp 6.5 e atualização para o XenApp 7.x. O XenApp 7.x apresenta o novo FlexCast Management Architecture (FMA) como uma plataforma robusta para entregar aplicativos virtuais em nuvem e no local, a partir de diversos sistemas operacionais Windows e Linux. Essa poderosa arquitetura XenApp 7.x introduz novos conceitos, terminologia e funcionalidade. Antes de instalar o XenApp 7.x no seu ambiente, fique em dia com a nova arquitetura e todos os benefícios de segurança, experiência de usuário e gerenciamento que oferece.

Etapa 2: Construa o seu ambiente para o XenApp 7.x

Aplique as suas novas habilidades construindo um ambiente XenApp 7.x. Escolha o sistema operacional para o seu servidor e alavanque os assistentes de instalação fáceis de usar para guiá-lo durante o processo de instalação. Faça um tour pelo novo gerenciamento consolidado e consoles de monitoramento com o Citrix Studio e Citrix Director. Publique Citrix Virtual Apps e Desktops no reprojetado FlexCast Management Architecture e veja como XenApp 7.x está otimizado para o administrador.

Etapa 3: Integre os seus ambientes XenApp 6.5 e 7.x

O Citrix StoreFront é uma das suas mais poderosas ferramentas de migração do Citrix Virtual Apps.  O StoreFront agrega e entrega inteligentemente aplicativos virtuais de todos os seus ambientes do Citrix Virtual Apps em um único local central.  Isso significa que o XenApp 7.x pode residir lado a lado com o ambiente do Citrix Virtual Apps atual, e isso permite concluir o processo de atualização no seu próprio ritmo. O Citrix Storefront agrega os seus ambientes de Citrix Virtual Apps (IMA) mais antigos e os novos recursos do XenApp 7.x em um único lugar, ao mesmo tempo em que oferece aos seus usuários aplicativos com autoatendimento a aplicativos de negócios de qualquer dispositivo, facilitando-lhes a transição dos ambientes existentes para os novos. 

Etapa 4: Atualizar para o XenApp 7.x

Quando você estiver pronto para migrar todos os seus aplicativos para o XenApp 7.x, a Citrix tem as ferramentas para ajudar você a cruzar a linha de chegada.  Se os seus aplicativos estiverem hospedados no Server 2008R2, o assistente de instalação do XenApp 7.x simplesmente desinstala o XenApp 6.5 e instala o XenApp 7.x, facilitando a migração.  Se você estiver movendo os seus aplicativos para um novo sistema operacional como o Windows Server 2012 R2 ou o Windows Server 2016, a Citrix oferece ferramentas poderosas como AppDNA para avaliar a compatibilidade do sistema operacional e prestar orientações de remediação automaticamente.  A Citrix também oferece ferramentas de migração poderosas que exportam de maneira inteligente suas políticas e ajustes do Citrix Virtual Apps para novas configurações do XenApp 7.x quando for o caso. 

Suporte ao fim da vida útil do Windows Server 2008 e migração do Windows 10 para simplificar atualizações futuras.

Com o EOL (fim da vida útil) do Windows Server 2008 R2 no início de 2015, a introdução do Windows Server 2016, os funcionários fazem a atualização para o Windows 10 mais rápido do que nunca e a Microsoft anunciando novas versões do Windows a uma taxa recorde, é cada vez mais importante para o setor de TI adotar um processo simplificado e sem emendas para receber novas versões e dar suporte a usuários em sistemas operacionais mais antigos. A arquitetura XenApp 7.x acelera migrações de aplicativos e permite upgrades simplificados na medida em que versões futuras sejam liberadas permitindo o gerenciamento simultâneo e a entrega de aplicativos virtuais a vários sistemas operacionais.