Voltar ao glossário

O que é transformação digital?

Transformação digital é a adoção estratégica de tecnologias digitais, como um espaço de trabalho digital, para melhorar processos e produtividade, gerenciar riscos de negócios e melhorar o atendimento ao cliente. Estratégias modernas de transformação digital utilizam soluções cada vez mais sofisticadas para substituir tecnologias digitais mais simples. Hoje em dia, as empresas implementam essas estratégias para melhorar a produtividade, controlar custos e aumentar o valor de uma organização.

É importante observar que a transformação digital representa um universo de soluções e processos; uma estratégia de transformação eficaz é adequada para cada organização única. Para manter a competitividade no cenário empresarial moderno, a transformação digital é uma necessidade. Poucas organizações podem resistir ao teste do tempo sem um plano para adotar estrategicamente tecnologias benéficas.

Por que a transformação digital é importante?

No final do século 20, a transformação digital era um termo muito mais literal. As empresas digitalizavam processos que antes eram de natureza analógica. Ao longo dos anos, várias soluções comerciais comuns foram atualizadas para se ajustarem a um mundo cada vez mais orientado à tecnologia. A cada inovação, o ritmo das mudanças se tornava mais rápido. A taxa de adoção de novas tecnologias das empresas afeta diretamente a capacidade de competirem no mercado global. O fato de a economia global ter se tornado mais firmemente entremeada nas últimas décadas também é resultado da transformação digital.

Após a virada do milênio, as empresas começaram a olhar para a transformação digital não como um evento único, mas como uma estratégia contínua. A velocidade da mudança simplesmente não permite pausas para o descanso. Como tubarões em alto mar, as empresas precisam se manter em movimento para sobreviver. As partes interessadas devem ficar atentas à adoção de novas tecnologias. Manter-se atualizado no mercado global requer não apenas uma mentalidade estratégica, mas também um profundo entendimento das realidades econômicas. Investimentos em tecnologias erradas podem ser desastrosos para uma organização. Portanto, as partes interessadas devem encontrar um equilíbrio entre o desejo de tecnologia de ponta e a estabilidade dos sistemas conhecidos.

Quais seriam alguns exemplos de estratégias bem-sucedidas de transformação digital?

Um dos exemplos mais conhecidos de uma história de sucesso de transformação digital é a batalha pelo aluguel de filmes em casa. Quando a Netflix foi fundada, em 1997, ela desafiou um concorrente gigante: a Blockbuster. Fundada em 1985, a organização Blockbuster não estava preparada para competir com um rival digital. Quando o serviço de DVD por correspondência da Netflix foi lançado, a Blockbuster não tinha como competir naquele espaço. De fato, a empresa levou sete anos para estabelecer suas próprias ofertas de serviços de DVD por correspondência.

A Netflix provou ser mais ágil, oferecendo streaming digital enquanto seu concorrente ainda lutava para monetizar seu serviço de aluguel por correspondência. A velocidade com que a Netflix foi capaz de oferecer novas soluções digitais a seus clientes foi um ingrediente essencial para o sucesso duradouro da empresa.

No espaço de varejo, marcas nacionais como Walmart e Target adotaram estratégias de transformação digital para ampliar seu alcance on-line e competir com outro gigante da revolução digital: Amazon. a Walmart e a Target foram capazes de alavancar suas lojas físicas tradicionais como pontos de coleta e remessa convenientes para os clientes que preferiam comprar on-line. Hoje, essas marcas executam operações maciças de comércio eletrônico que não apenas complementam a receita dos compradores nas lojas, como também estendem o alcance de cada marca a áreas com menos concorrência.

Quais são os desafios comuns da transformação digital?

As partes interessadas das companhias entendem que a transformação digital é fundamental para o sucesso contínuo de suas organizações; no entanto, a fase de implementação nunca acontece sem alguns obstáculos. O primeiro desafio é identificar quais investimentos em tecnologia existentes precisam ser substituídos; o segundo é determinar quais novas soluções gerarão mais valor. Por fim, as partes interessadas implantam as soluções. Esse estágio crítico pode levar várias semanas ou meses para ser concluído, dependendo da escala da transformação.

Restrições orçamentárias

A barreira mais comum para trabalhar em direção a uma estratégia digital aprimorada é o dinheiro. Se uma organização não pesquisar e orçar adequadamente as novas tecnologias, poderá encontrar problemas durante a fase de implementação. Por exemplo, uma empresa que deseja mover seu datacenter interno para uma nuvem pode não perceber que uma solução híbrida é mais adequada, em comparação com uma nuvem estritamente pública. Não entender essa realidade antes que o orçamento seja finalizado pode atrasar todo o projeto em um momento crucial.

Infraestrutura de legado inflexível

As empresas na era digital dependem de uma estrutura complexa de tecnologias para manter a produtividade e a eficiência operacional. Frequentemente, a tecnologia herdada não pode ser substituída até que uma tecnologia subjacente seja atualizada. Por exemplo, a implantação de um novo aplicativo em filiais globais pode levar semanas se o gerenciamento de rede da organização se basear em protocolos tradicionais definidos por hardware. As empresas em expansão poderão obter melhores resultados se implantarem uma solução SD-WAN antes de tentar implantar um novo aplicativo em todo o mundo.

Para superar esse desafio, os tomadores de decisão de negócios precisam de um profundo entendimento da infraestrutura de tecnologia existente em sua organização. Não entender as limitações do sistema atual pode tornar as implementações futuras da tecnologia lentas ou impossíveis.

Falta de adesão da liderança

Qualquer transformação comercial, digital ou não, tem mais chances de sucesso quando a liderança estiver envolvida. O engajamento não deve se limitar a simplesmente autorizar o projeto: deve incluir a participação ativa. As partes interessadas devem assumir papéis ativos na implantação de novas soluções digitais para garantir que o investimento seja um sucesso.

Por exemplo, imagine que uma empresa faça uma parceria com uma instituição financeira para implantar uma solução de cartão de crédito virtual. Se o objetivo da solução for incentivar gastos que cumpram as políticas e procedimentos estabelecidos da empresa, todos precisam participar. A liderança da diretoria precisa entender por que a empresa está mudando para um sistema de pagamento virtual e, em seguida, tomar medidas para seguir os novos protocolos. Quando todos estão alinhados e investem no sucesso do programa de transformação, resultados tangíveis são mais prováveis.

Pouca visibilidade das experiências de usuário final

Quando os líderes implementam uma nova peça de tecnologia sem envolver as pessoas que realmente usam a solução diariamente, correm o risco de investir em uma ferramenta que não atenda às necessidades da empresa. Os líderes precisam de insights sobre as experiências de usuário final para garantir que a solução funcione corretamente e não insira novos desafios.

Durante os estágios iniciais de um novo investimento, os tomadores de decisão devem perguntar aos funcionários sobre suas experiências com o sistema existente e obter informações sobre como o processo pode ser aprimorado. Então, durante a implementação da nova solução, as partes interessadas devem continuar solicitando feedback de pessoas que usam ativamente a tecnologia. Com o tempo, os insights obtidos com esse circuito de feedback ajudarão a transformações adicionais, contribuindo para um ciclo de melhoria contínua.

As empresas que fazem parceria com um consultor de tecnologia estarão mais bem preparadas para superar obstáculos imprevistos em um projeto de transformação digital. Quanto mais informações e dados todos conseguirem coletar antecipadamente, mais bem preparados estarão para implementar novas soluções dentro do cronograma e do orçamento.

Os usuários também são confrontados com uma experiência fragmentada. Por exemplo, os usuários podem precisar acessar seus arquivos de vários repositórios, alguns dos quais armazenados no local, enquanto outros dados podem residir em nuvens públicas ou privadas. Além do mais, com um ambiente de aplicativo distribuído, muitos usuários precisam guardar mais nomes de usuário e senhas para login. Por fim, com mais aplicativos SaaS, conexões lentas com a internet resultam em experiências de usuário ruins, principalmente para usuários em filiais remotas.

Complexidade da segurança e gerenciamento de TI

As abordagens tradicionais de segurança e gerenciamento não são mais suficientes, pois os usuários estão mais móveis e os aplicativos e os dados de anúncios são distribuídos em um mundo digital. Um dos primeiros desafios enfrentados pela TI é permitir controles de acesso comuns, independentemente de onde os aplicativos estão hospedados. Em particular, os serviços SaaS hospedados na nuvem apresentam desafios de segurança, pois os aplicativos SaaS geralmente não estão mais sob o controle da TI. Um ambiente heterogêneo de endpoints combinado com a frequência de atualizações de sistema operacional e aplicativos quebram os processos e as ferramentas de gerenciamento de clientes herdados.

Quais seriam alguns exemplos de estratégias modernas de transformação digital?

Hoje, as estratégias de transformação digital examinam as tecnologias existentes e buscam introduzir soluções cada vez mais complexas. Em vez de mudar do analógico para o digital, as empresas estão constantemente procurando maneiras mais sofisticadas de alcançar seus objetivos de negócios. As organizações líderes descobrem que podem obter o controle de sua jornada de transformação digital com algumas estratégias-chave centradas no usuário.

Maior mobilidade

À medida que a sociedade se torna cada vez mais digitalizada, a mobilidade cresce em importância. Não são só os consumidores que passam várias horas por dia em dispositivos móveis; as pessoas do mundo dos negócios estão sempre conectadas com seus smartphones, tablets e laptops. As empresas ágeis precisam soluções móveis que não prejudiquem a experiência de usuário quando comparada à de aplicativos de desktop. Os usuários modernos querem experiências comparáveis em todos os canais.

Muitos projetos de transformação digital consideram a mobilidade como o aspecto central. Ampliar as experiências de usuário final para incluir plataformas móveis é essencial para a empresa moderna. Em todos os setores, as companhias aproveitam recursos móveis para aumentar a produtividade, aprimorar a eficiência operacional e melhorar as taxas de satisfação.

Segurança de dados

Projetos eficazes de transformação digital podem dar suporte ao compromisso com a segurança dos dados de uma organização. Contudo, as partes interessadas devem entender que o fato de uma solução ser nova não implica ser mais segura. Assim, os líderes devem levar em consideração as várias preocupações de segurança que acompanham cada novo projeto.

Por exemplo, quaisquer projetos de transformação que aproveitem a Internet das Coisas (IoT) necessariamente introduzirão mais pontos possíveis de violação de segurança. Porém, isso não significa que a IoT seja inerentemente menos segura do que as implementações tradicionais. Os projetos de IoT envolvem vários pontos de entrada, como sensores conectados. Esses ativos podem criar melhorias de produtividade para a organização, mas também exigem uma nova política de segurança para garantir que o risco de uma violação seja mantido em um nível mínimo.

A segurança também deve ser uma das principais preocupações de qualquer projeto de transformação que envolva análise de big data. Levando em consideração quaisquer responsabilidades relevantes de soberania de dados, as partes interessadas devem estar atentas quanto à proteção das informações do usuário, especialmente quando carregam grandes quantidades de informações confidenciais. Em nível global, as empresas podem estar sujeitas a várias leis internacionais de privacidade. Isso deve estar contemplado em qualquer estratégia de transformação.

Experiência de usuário aprimorada

Os líderes de tecnologia descobriram que a experiência de usuário é parte integrante do sucesso de uma solução. Os tomadores de decisão de negócios estão começando a adotar novas tecnologias não apenas por sua funcionalidade, mas também por sua capacidade de aumentar a produtividade dos funcionários através de interfaces mais simples e interações mais intuitivas.

Aplicativos corporativos com interfaces de usuário complicadas podem dificultar o trabalho dos funcionários, mesmo que o backend seja eficiente. Por exemplo, quando a Deloitte auditou um de seus candidatos ao planejamento de recursos empresariais, as partes interessadas descobriram que eram necessárias 36 etapas para um funcionário solicitar uma compra. A organização simplificou o processo, reformulando a interface do usuário. Como resultado, a produtividade dos funcionários aumentou 300 por cento e o tempo de treinamento diminuiu 55 por cento. A transformação digital é possível em todos os níveis, não apenas com a funcionalidade de backend.

Quem é o responsável pela transformação digital?

Na maioria das organizações, a responsabilidade pela transformação digital recai sobre o diretor de informações. Algumas organizações globais criaram um novo título, o de diretor digital, para lidar exclusivamente com projetos de transformação. No entanto, há pouca distinção entre essas duas funções e, na maioria dos casos, as duas posições trabalham em conjunto para identificar oportunidades de novas tecnologias.

Os CIOs experientes entenderão o conjunto de tecnologias atual de suas organizações, o que os ajuda a identificar quais novas soluções ajudarão mais sua empresa a ter sucesso. A maioria dos grandes projetos de transformação digital exigirá a contribuição de várias partes interessadas, incluindo o diretor financeiro e o diretor de operações. Os projetos que envolvem dados de usuários provavelmente precisarão da contribuição do departamento jurídico para garantir que as medidas de conformidade necessárias sejam cumpridas e o risco seja reduzido ao mínimo.

Inteligência artificial e aprendizado de máquina

Hoje, muitos projetos de transformação digital giram em torno de tecnologias emergentes de inteligência artificial e aprendizado de máquina. Essas soluções aprimoram as habilidades de profissionais, geralmente reduzindo a quantidade de trabalho repetitivo que precisam realizar, permitindo que se concentrem na solução de problemas complexos.

As soluções de IA/AM abrangem um grande número de soluções exclusivas. Em nível básico, os chatbots representam uma tecnologia simples de IA que pode tornar as equipes mais produtivas. No outro extremo do espectro, uma solução de análise de big data pode filtrar grandes quantidades de dados para identificar padrões e sugerir melhorias futuras. Conjuntos de dados que levariam anos para serem analisados por pessoas podem ser processados por um algoritmo em um curto período, acelerando significativamente a capacidade da organização de agir com base em insights emergentes.

A Citrix lidera a transformação digital

A transformação digital é um conceito que se tornará mais complexo com o tempo. À medida que as tecnologias antigas são substituídas por soluções mais sofisticadas, as revoluções serão cada vez mais complicadas no futuro. As partes interessadas devem entender que a funcionalidade complexa deve ser combinada com uma experiência de usuário simplificada para ter eficácia máxima.

À medida que tecnologias como inteligência artificial, aprendizado de máquina e blockchain se tornam mais comuns, é provável que o ritmo de transformação não diminua, ao contrário, se acelere. A transformação digital não é mais um projeto pontual, mas sim processo contínuo, que deve ser gerenciado de maneira estratégica. Em nível de empresa, as atividades de transformação devem ser sistemáticas e medidas.

Aprenda como a Citrix lidera a transformação digital com as soluções de espaço de trabalho digital.

Recursos adicionais:

Como a SD-WAN viabiliza a transformação digital
Como a Citrix e a Microsoft entregam uma transformação digital segura
Aplicativo Citrix Workspace: O espaço de trabalho digital mais seguro